quem esta afastado pelo inss pode sacar o fgts

Quem está afastado pelo INSS pode sacar o FGTS

Introdu??o:
O Fundo de Garantia do Tempo de Servi?o (FGTS) é um direito dos trabalhadores brasileiros e serve como uma espécie de poupan?a, que pode ser sacada em situa??es específicas. Mas será que quem está afastado pelo INSS também pode sacar o FGTS? Neste artigo, vamos explorar essa quest?o a fim de esclarecer as condi??es e regras para esse tipo de saque.

1. Quais s?o os afastamentos pelo INSS?
1.1. Aposentadoria por invalidez
1.2. Auxílio-doen?a
1.3. Licen?a-maternidade
1.4. Acidente de trabalho
1.5. Outros afastamentos por doen?a ou acidente

2. A possibilidade de saque do FGTS durante o afastamento pelo INSS
2.1. Aposentadoria por invalidez: Pode-se sacar todo o saldo do FGTS.
2.2. Auxílio-doen?a: é possível sacar apenas parte do FGTS, limitado a 12 parcelas mensais.
2.3. Licen?a-maternidade: O saque do FGTS durante este período n?o é permitido, pois a trabalhadora possui estabilidade no emprego.
2.4. Acidente de trabalho: é permitido o saque do FGTS enquanto o trabalhador estiver afastado, desde que haja uma determinada severidade do acidente.
2.5. Outros afastamentos por doen?a ou acidente: Podem ocorrer saques parciais, de acordo com a gravidade do caso.

3. Documenta??o necessária para o saque do FGTS
3.1. Aposentadoria por invalidez: Documento de identifica??o e o comprovante de sua concess?o.
3.2. Auxílio-doen?a ou acidente de trabalho: Documento de identifica??o, comprovante de afastamento do INSS e laudo médico detalhando a gravidade do caso.
3.3. Outros afastamentos por doen?a ou acidente: Documento de identifica??o, comprovante de afastamento do INSS e laudo médico comprobatório.

Conclus?o:
é importante ressaltar que cada situa??o de afastamento pelo INSS possui suas particularidades e, portanto, é fundamental buscar informa??es junto ao órg?o competente e também ao empregador sobre as regras específicas que se aplicam em cada caso. O saque do FGTS durante o afastamento pelo INSS pode ser uma maneira de ajudar financeiramente o trabalhador que se encontra em situa??o de incapacidade temporária ou permanente, proporcionando um suporte complementar aos benefícios concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social.